Aluguel

Coworking: a nova modalidade de alugar um imóvel!

Tendência que tem atraído profissionais autônomos e pequenas empresas que buscam a redução dos custos do seu negócio, os escritórios do tipo coworking se espalharam pelo Brasil. Além de serem uma opção econômica, estes espaços modernos e funcionais promovem a interação entre os profissionais, podendo gerar novas oportunidades de negócios.

Este modelo de trabalho pode ser um bom negócio também para quem é proprietário de imóveis. Alugar coworking pode ser uma boa alternativa para garantir maior rentabilidade para o seu investimento imobiliário.

Confira neste post como ingressar neste mercado e o que é preciso para obter sucesso neste empreendimento.

O que é um coworking?

O coworking funciona como um escritório compartilhado, onde profissionais de diferentes áreas e especialidades dividem a estrutura e o espaço de trabalho. Trata-se de uma alternativa bastante popular entre profissionais liberais, startups e empresas de pequeno porte.

O profissional que atua em um coworking pode ter à sua disposição toda a estrutura de um escritório tradicional. É possível contratar o serviço por um período específico, que pode ser de apenas um dia ou mesmo por mês, utilizando um conjunto de serviços previamente combinado.

O coworker (termo que define os usuários do serviço) pode contratar tanto um pacote básico, que lhe garante apenas uma estação de trabalho e acesso à internet, por exemplo, quanto um conjunto mais amplo de serviços, que podem incluir um suporte mais amplo.

Um escritório de coworking é um ambiente moderno de trabalho, onde a redução dos custos com o escritório não é o único atrativo para os clientes.  O espaço promove a integração de profissionais de diferentes áreas, gerando o surgimento de parcerias e de novos negócios.

Como montar um coworking?

Não pense que um coworking é apenas um conjunto de mesas e cadeiras distribuídas em uma sala comercial. Para que o seu espaço promova a integração entre os empreendedores e se torne realmente um espaço de desenvolvimento de negócios é preciso mais.

Antes de abrir o negócio é preciso pesquisar se o local escolhido é atrativo para o público coworker. O espaço deve contar com mobiliário de qualidade, que garanta conforto aos usuários. Decoração e iluminação modernas são importantes diferenciais.

Também é indispensável que o coworking ofereça excelente infraestrutura, com internet de alta velocidade, telefonia e espaço para reuniões, entre outros. Estes serviços podem ser oferecidos por meio de pacotes ou de forma individual. Assim, eles não ficam ociosos e aumentam as possibilidades de gerar receita.

Vale a penar montar coworking em imóvel alugado?

Uma opção para ingressar no mercado de coworking é alugar um imóvel específico para montar o conjunto de escritórios e alugá-los para o público final. Esta opção, porém, depende de alguns fatores que precisam ser considerados no planejamento do negócio.

O capital que você dispõe para montar o seu coworking, por exemplo, é uma variável importante. A proposta de trabalho que você planejou também influencia na decisão. Também é preciso avaliar se o aluguel pago representa um investimento condizente com o potencial de retorno do negócio.

Estes são alguns dos aspectos que precisam ser avaliados ao decidir investir em um espaço para alugar coworking. Não se esqueça de que, mesmo se tratando de uma tendência em alta no mercado, o planejamento e a elaboração de um plano de negócio são indispensáveis.

E, para avaliar a realização de investimentos no ramo imobiliário, não se esqueça de analisar as taxas envolvidas na compra e locação de imóveis.

Sobre o autor

Avatar

Porto Seguro Imóveis

Deixar comentário.

Share This