Venda

Conheça 4 tipos de financiamento de imóveis e escolha o melhor

Grande parte da população brasileira sonha em comprar a casa própria, em virtude de proporcionar uma boa qualidade de vida para suas famílias. No entanto, os preços dessas moradias, geralmente, são altos — e sem pesquisar os tipos de financiamento de imóveis, as pessoas podem se endividar.

O financiamento é um crédito que uma instituição financeira empresta para seus clientes. Esse valor é dividido em várias prestações mensais que podem ser pagas ao longo dos anos.

No empréstimo do crédito existem algumas cobranças de juros, conforme o tempo da quitação da dívida. Assim, é imprescindível um planejamento da sua vida financeira para não prejudicar o bolso ao assinar o contrato de um financiamento.

Nesse sentido, preparamos este post sobre os quatro principais tipos de financiamento imobiliário. Continue a leitura e confira quais são eles!

1. SAC

O SAC é a sigla de Sistema de Amortizações Constantes, uma vez que seu funcionamento acontece com a variação de juros durante o período do financiamento. Além disso, as prestações de início têm valor mais alto e as próximas vão diminuindo até a quitação do crédito, isto é, a dívida é amortizada juntamente com os juros.

2. Sistema Price

O Sistema Price é um dos modelos menos utilizados no Brasil, ao contrário dos países mundo afora. Um dos pontos negativos que prejudica o seu uso é a alta da inflação e das taxas de juros cobradas aqui no país.

O saldo devedor do cliente diminui com o passar do tempo, mas os valores das parcelas mensais são fixos. Ademais, o valor da amortização sobre crédito aumenta ao longo dos anos. Para se adaptar à realidade brasileira o Sistema Price teve que ser remodelado, isto é, as parcelas desse sistema não são mais fixadas, visto que variam de acordo com a inflação.

3. SACRE

O Sistema de Amortização Crescente é uma fusão do SAC com o Sistema Price, pois o valor das prestações sobe durante o decorrer do tempo até certo limite. 

A partir desse ponto, ele vai diminuindo até a conclusão da dívida. Um ponto positivo desse tipo de sistema é que, como as parcelas vão reduzindo, o cliente fica com sua vida financeira mais tranquila, já que o risco de inadimplência diminui.

4. Minha Casa Minha Vida

O programa Minha Casa Minha Vida é um projeto que foi desenvolvido pelo Governo Federal do Brasil. Sua intenção era ajudar as pessoas de baixa renda a realizar a compra de um imóvel próprio, seja uma casa ou um apartamento.

É um tipo de financiamento para as moradias urbanas, já que possui grandes vantagens quando é comparado com outros modelos de sua categoria. O interessado precisa separar seus documentos e apresentá-los à Caixa Econômica Federal. Por meio desse processo, a instituição fará uma avaliação de sua condição financeira e informará se você pode assumir o empréstimo ou não.  

Portanto, esses são os tipos de financiamento de imóveis mais comuns utilizados no país. Por intermédio deles qualquer pessoa pode adquirir sua casa própria. Sabendo que esse tipo de negócio, certamente, envolve muito dinheiro, é indicado procurar uma imobiliária experiente e qualificada para que você escolha o tipo de financiamento mais adequado e faça um contrato seguro.

E aí, gostou do nosso post? Entre em contato com nossa empresa e saiba mais sobre este e outros assuntos!

Sobre o autor

Avatar

Porto Seguro Imóveis

Deixar comentário.

Share This