Aluguel

Modalidade de garantia para o aluguel de imóveis: conheça as opções

Alugar uma casa ou apartamento envolve a apresentação de uma modalidade de garantia, parte essencial do contrato. Essa exigência visa assegurar o bom andamento do período locatício, por isso integra os procedimentos necessários à contratação do imóvel.

Para entender melhor a que se referem os diferentes tipos de garantias, suas vantagens e desvantagens, continue a leitura!

Fiador

Essa é a modalidade de garantia locatícia mais tradicional, sendo requisitada por grande parte dos proprietários de imóvel. Nela, uma ou mais pessoas, físicas ou jurídicas, comprometem-se a arcar com as obrigações do contrato, caso o locatário deixe de fazê-lo.

Principal vantagem da modalidade de garantia

Não gera grandes custos adicionais, já que depende apenas de apresentar os fiadores — seus bens e a comprovação de renda — no contrato.

Principal desvantagem

O senão dessa garantia é ter de pedir a um parente ou amigo que assuma a corresponsabilidade quanto às obrigações financeiras da locação. Em muitas situações, acaba sendo difícil encontrar quem se comprometa a fazer esse papel.

Seguro fiança

Esse tipo de garantia vem ganhando espaço nas contratações de aluguel. Consiste em fazer uma seguradora participar da relação locatícia. A empresa faz o papel do fiador, pois assume o valor do aluguel, bem como os demais encargos atribuídos ao locatário, em caso de não pagamento.

Principal vantagem da modalidade de garantia

Por depender apenas da seguradora aceitar participar do contrato, desobriga o locatário de procurar quem se disponha a garantir sua locação.

Principal desvantagem

O custo do seguro fiança é mais uma taxa a ser paga pelo locatário, sendo seu valor variável. Além disso, essa garantia precisa ser renovada anualmente — e seu preço, pago a cada renovação.

Caução

A caução consiste em depositar, a favor do proprietário, uma quantia equivalente a determinado tempo de aluguel — que, na maioria dos casos, gira em torno de três meses.

Principal vantagem da modalidade de garantia

Ao final do contrato de locação, o valor é devolvido ao locatário corrigido pela poupança, ou seja, não sofre desvalorização. Com a liberação, pode servir para garantir outro período locatício ou como entrada no imóvel próprio — dentre outras muitas possibilidades.

Principal desvantagem

É preciso dispor da quantia estabelecida no contrato e deixá-la aplicada durante o período de vigência acordado.

Cessão fiduciária de cotas de fundo de investimento

Investimentos financeiros podem ser oferecidos como garantia para o aluguel do imóvel, desde que ocorra a cessão fiduciária de cotas de fundos de investimento — caderneta de poupança ou título de capitalização. Nesse caso, se o locatário não pagar o aluguel, o proprietário pode tomar posse da quantia correspondente à dívida.

Principal vantagem da modalidade de garantia

Essa garantia não gera custo adicional à locação, pois é uma aplicação que o locatário faz e, ao término do contrato, pode ser integralmente resgatada. Claro, que, para isso, todos os pagamentos devidos ao proprietário devem estar quitados.

Principal desvantagem

O valor do investimento para fins de garantia locatícia geralmente fica entre oito e doze aluguéis. Assim, é preciso deixar de lado uma quantia considerável, que deve permanecer investida o tempo inteiro do contrato.

Vamos concluir destacando que, independentemente da modalidade de garantia requisitada para a contratação de uma casa ou apartamento, apresentar apenas um tipo é suficiente. Esse direito do locatário, assim como os demais previstos pela lei, só é assegurado por meio de um contrato bem preparado.

Sendo assim, ao buscar seu próximo lar, coloque ao seu lado uma imobiliária séria e comprometida com seus interesses. Entre agora em contato com a Porto Seguro Imóveis, temos a solução ideal em locação para você!

Sobre o autor

Avatar

Porto Seguro Imóveis

Deixar comentário.

Share This